21/02/2010

Machado de Assis em quadrinhos.


Como já foi amplamente divulgado, o desenhista J.B. Melado e eu estamos finalizando uma adaptação da obra-prima de Machado de Assis Memórias Póstumas de Brás Cubas. O álbum deverá ser lançado ainda este ano pelo selo Desiderata da editora Agir do grupo Ediouro. Enquanto a publicação não chega, várias informações sobre esse trabalho já podem ser vistas aqui no Mais Quadrinhos, incluindo as páginas iniciais de meu roteiro desenhado e uma das páginas finalizadas do álbum (para ter acesso a essas informações, basta clicar no marcador MEMÓRIAS PÓSTUMAS abaixo).

Mas as novidades não param por aí!

Entre agosto e setembro de 2009, enquanto eu acompanhava o trabalho do Melado, produzi uma nova adaptação machadiana para os quadrinhos. Desta vez, a obra adaptada foi Dom Casmurro. Com a roteirização já pronta, a HQ ainda não tem uma editora definida, mas todos poderão começar a conferir um pouco deste trabalho aqui no Mais Quadrinhos. Nos parágrafos a seguir, reproduzo minha proposta de adaptação do clássico machadiano (como apresentei às editoras) e nas próximas postagens vocês poderão conferir as doze primeiras páginas de meu roteiro desenhado (o traço, é claro, não é o que será publicado no álbum futuramente, pois se trata de uma roteirização ilustrada).

Publicado em 1899, Dom Casmurro é considerado por muitos a obra-prima de Machado de Assis. Narrado por seu personagem-título, o livro é uma brilhante exposição da psicologia humana e também o retrato de uma das mais completas personagens literárias já criadas: a bela Capitu dos “olhos de cigana obliqua e dissimulada”, dos “olhos de ressaca”. Já o Bentinho / Dom Casmurro revela-se ao contar-nos sua história, na figura de alguém que busca compartilhar suas dúvidas e confessar seus arrependimentos.

Dom Casmurro é um livro de pares e contrastes. Há, antes de tudo, o contraste entre o momento em que se narra e o passado que é narrado. E há, sobretudo, o par formado por Bentinho e Capitu, personagens que se complementam e vêm a si mesmos como imagens espelhadas, revelando-se portanto dois opostos. Nascem daí as muitas dubiedades que comporão o texto machadiano: Bentinho seminarista, mas enamorado de Capitu; Capitu enamorada de Bentinho, mas também interessada numa melhor condição social.

Essas dubiedades iniciais acumulam-se ao longo da obra, dando espaço a outras, como as trazidas por Escobar, o amigo de Bentinho que parece guardar interesses além da amizade sincera por este. Do encontro dessas três personagens emerge a questão pela qual o livro tornou-se mais célebre: teria Capitu traído Bentinho? Logo, seria Ezequiel fruto da traição de Capitu com Escobar? Nesta última dúvida, expressa-se mais um espelhamento, já que o menino Ezequiel parece, ao menos aos olhos de Bentinho, o reflexo do falecido amigo Escobar.

Minha proposta de adaptação de Dom Casmurro para os quadrinhos parte dos pontos indicados acima. Com o texto já pronto, a HQ terá 78 páginas, sendo dividida em 24 Partes, todas com um número par de páginas (2, 4 ou 6). Nestas, a diagramação e a composição refletirá os temas apontados acima, como o motivo dos olhos, os espelhamentos, as dubiedades e a narrativa reflexiva do Bentinho / Dom Casmurro. Além disso, a oposição entre o momento em que se narra e o passado narrado será expressa visualmente por meio de dois estilos de desenho diferentes.


Confiram nas próximas postagens as doze primeiras páginas de meu roteiro desenhado para a versão quadrinística desta obra-prima de nossa literatura.

12 comentários:

Caio Murdock disse...

Parabéns pela iniciativa! Força nesse novo projeto!

Wellington Srbek disse...

Valeu, Caio! Estamos na batalha!

kris disse...

bons dias srbek!
poxa rapaz! adquiri via henrique magalhães teu excelente "um mundo em quadrinhos". já tem tempo q o admiro como roteirista e nasce aqui uma admiração pelo teórico. muito bom. a saber comecei minha segunda leitura dele, e muito dali, junto com outras leituras (algumas delas tbm adquiridas via marca da fantasia) q venho fazendo me instigam mais e mais ao mestrado. meta q já coloquei a um tempo e q tem de sair da gaveta este ano. e q provavelmente entrarei em contato contigo para possíveis discussões, caso vc aceite receber textos meus e afins.

vi aqui teu trabalho de adaptação, e poxa, acho bem complexo o processo de transcriação necessário para tal. conhecendo teu trabalho de roteirista e tendo um pouco mais noção da tua seriedade acadêmica, só posso esperar um ótimo material.

acho q nem preciso dizer q me candidato a lista de possíveis quadrinistas pra este projeto né?

bem, fico poraqui q já teclei a demasia, forte abraço e parabéns pelos projetos todos aí!

Wellington Srbek disse...

Olá Kris,
Em primeiro lugar, muito obrigado pelas palavras sobre meus trabalhos teóricos e quadrinísticos!
Já que gostou de "Um mundo em quadrinhos", depois confira "Quadrinhos & outro bichos" ou "O riso que liberta".
Desde já desejo sorte no seu projeto do mestrado! Tem muitos quadrinhos brasileiros de qualidade que merecem um estudo acadêmico. Depois mande notícias sobre o andamento.
As adaptações machadianas que fiz até o momento deram e estão dando trabalho, mas acredite que estão sendo também um grande deleite. Adoro a linguagem dos quadrinhos e adoro o texto machadiano, então é para mim um encontro dos mais significativos e prazerosos!
Grande abraço e volte sempre!

kris disse...

é srbek. depois de adquirido o "mundo em quadrinhos", o "quadrinhos e outros bichos" será minha próxima aquisição da tua linha teórica. como comentei ando pegando um tanto de leitura teórica sobre quadrinhos pra armar minha dissertação. ainda estou naquele momento de não bem saber qual será meu objeto. tenho algumas coisas em mente, e acho q depois q conseguir entrar como aluno especial ou ouvinte no programa da eca, usp, conseguirei melhor definir um caminho. de saída penso em estudar (acadêmicamente - já q artisticamente o faço a anos) o mestre colin. mas de qualquer forma é com HQB q quero trabalhar.
grande abraço!

kris zullo - www/flickr/com/photos/kriszullo

Wellington Srbek disse...

Se eu fosse fazer um novo trabalho acadêmico, Colin seria minha primeira opção. Acho que você não poderia escolher melhor, Kris!
Rapaz, dei uma passada no link que você mandou e tem muita coisa bacana lá, num estilo que eu gosto imensamente! Aliás, há alguns meses eu estava procurando feito um louco um desenhista que trabalhasse num estilo como o seu (conciso, dinâmico e com um elemento "desenho animado") mas simplesmente não encontrei...
De repente, vamos ver se trabalhamos em um projeto juntos.
Abraço e boa sorte com o mestrado!

Eriwelton disse...

Olá Wellington,
Estava pesquisando sobre o Dom Casmurro e vi sobre seu trabalho... Vc nao tem editora e nem desenhista pra terminá-lo, mas enfim, como estou meio corrido hoje vou logo direto no assunto, eu estou começando a fazer o Dom Casmurro... Estou pensando em começar no mês de Dezembro já que estarei totalmente desocupado e centrado em fazer os quadrinhos, mas o problema é: Não tenho ninguém comigo pra ajudar... Faço tudo praticamente sozinho, se fizessemos esse trabalho juntos seria uma boa... Responde-me por e-mail por favor (eriweltoncarlos@gmail.com) aih eu vejo se escaneio as paginas que fiz pra vc dar uma olhada e ver se aprova o meu desenho.

Estou precisando de alguem pra me ajudar, fazer esse trabalho sozinho é realmente difícil.
Abraço!

Wellington Srbek disse...

Olá Eriwelton,
Já tenho sim, desenhista e editora para minha adaptação de Dom Casmurro.
Abraço!

Eriwelton disse...

Ah... Tudo bem. Me desculpe se incomodei entao. Acho que a noticia que vi era antiga demais, hehehehhe.
Perdao, obg pela atençao
Vlw!!

Wellington Srbek disse...

Não precisa se desculpar!
E sugiro que leve em consideração que, além desta minha adaptação de Dom Casmurro, apareceram mais duas atualmente em produção. Se você pretende publicar seu trabalho por uma editora esse fator pode dificultar para você.
Abraço!

Eriwelton disse...

Serio? kkkk Caramba nao sabia, ainda bem que nem comecei... Eu nao tava sabendo dessa, agora que sei que sou a 4 pessoa fazendo sobre Dom Casmurro, realmente fica mais dificil do que eu pensei, vlw pela dica,cara.
Adorei os seus trabalhos.
Ate pq, nunca fiz um trabalho pra uma editora, nao tenho a minima ideia de como eh, agora que estou acabando os estudos vou dar uma pesquisada pra entender melhor esse mercado de trabalho, tudo que eu sempre quis.
Vlw!!!

Wellington Srbek disse...

Boa sorte nos projetos!