10/08/2009

Entrequadros: algumas entrevistas sobre quadrinhos.


Fiz minhas primeiras entrevistas com quadrinistas em 1997. Conhecer um pouco mais sobre a trajetória e as idéias de outros autores de quadrinhos sempre foi algo que me interessou bastante. Inicialmente, as entrevistas tinham como destino páginas de jornais. Foi assim com minhas conversas com Nilson, Julio Shimamoto, Angeli, Lourenço Mutarelli, Jô Oliveira, Guga Schultze e Lacarmélio (Celton). A com o mestre Flavio Colin foi feita para o último número da revista Caliban. Já as que fiz com Mozart Couto e Cleuber Cristiano tiveram como destino o primeiro saite que criei, há uns dez anos. Todas foram reunidas no livro Entrequadros, lançado em 2004 pela editora Marca de Fantasia (atualmente esgotado). Para quem não leu o livro ou não acompanhou as entrevistas quando as postei aqui no blog, publico agora a lista completa. Não deixem de conferir!

Mozart Couto:
http://maisquadrinhos.blogspot.com/2007/12/mozart-couto-um-maestro-dos-quadrinhos.html

Cleuber Cristiano:
http://maisquadrinhos.blogspot.com/2008/07/cleuber-um-ltimo-rebelde-do-rock.html

Flavio Colin:
http://maisquadrinhos.blogspot.com/2007/12/flavio-colin-um-dos-mais-importantes.html

Lacarmélio (Celton):
http://maisquadrinhos.blogspot.com/2007/12/celton-um-heri-dos-quadrinhos.html

Angeli, Jô Oliveira, Guga Schultze e Lourenço Mutarelli:
http://maisquadrinhos.blogspot.com/2007/12/4-x-4.html

Julio Shimamoto:
http://maisquadrinhos.blogspot.com/2007/12/julio-shimamoto-o-samurai-dos.html

Nilson:
http://maisquadrinhos.blogspot.com/2009/08/nilson-o-guerrilheiro-do-cartum.html

4 comentários:

Amalio Damas disse...

Wellington, seu trabalho nestas entrevistas é fantástico porque mostra para as pessoas que temos artistas muito bons no Brasil. Infelizmente, nossa cultura está acabando aos poucos e nomes como Jô Oliveira tem que publicar lá fora para serem reconhecidos. Artistas como Angeli ainda tem espaço nos jornais, em função da sua visão crítica do mundo. Pena mesmo, foi o Lourenço ter abandonado os quadrinhos, porque para mim ele é um dos mais completos artistas dos quadrinhos nacionais. Felizmente suas obras literárias mantêm a sua assinatura inconfundível.

Wellington Srbek disse...

Olá Amalio,
Para mim, a história dos quadrinhos brasileiros nas últimas décadas é um absurdo sem-fim, onde os editores sucessivamente desprezaram chances de termos um mercado voltado à produção nacional, que valorizasse nomes como Flavio Colin, Julio Shimamoto ou Jô Oliveira. Sempre aparece alguém para dizer que quadrinho brasileiro não tem qualidade e por isso jamais fará sucesso. O que é uma grande idiotice, bastando considerarmos apenas os nomes nesta lista de entrevistas aqui. Além disso, quando tiveram investimento, nos anos 50 e 60, os quadrinhos brasileiros venderam muito, e a Mônica hoje é o quadrinho que mais vende no Brasil. O que costumo dizer é que talento nunca nos faltou; o que costuma faltar é interesse por parte de editores e, infelizmente, dos leitores também.
As coisas melhoraram nos últimos anos, mas podem ficar ainda melhores.
Grande abraço!

Eduardo disse...

fala meu rei, como voce esta? acho que voce nao vai se lembrar mas batemos um papo rapido quando voce (muito merecidamente) ganhou um hq mix - se nao me engano por estorias gerais. a pouco descobri teu blog e apesar do tempo curto to fazendo o possivel pra ler todas as materias desde o principio.adorei a entrevista com o bolland. fantastica! em tempo, voce ainda tem fantasmagoriana pra vender? continue com o excelente trabalho. abraços.
eduardo schloesser

Wellington Srbek disse...

Olá Eduardo,
Tudo beleza? Legal que tenha descoberto o blog e é claro que me lembro de você, não apenas do HQ MIX mas também de uma vez que nos falamos por telefone e do álbum com seu personagem Zé Gatão.
Sobre a Fantasmagoriana, eu precisaria conferir se ainda tenho algum exemplar em bom estado. Lembro-me de ter restado apenas um ou dois que voltaram de distribuição com as capas manchadas. Posso procurar aqui para você. Não deixe de visitar também o saite com informações sobre meus quadrinhos: http://www.maisquadrinhos.com.br/.
Grande abraço!