05/08/2013

NEMO comemora 2 anos com o Troféu HQ MIX de “Editora do Ano”!

Em julho de 2011, chegava ao mercado uma nova editora especializada em histórias em quadrinhos: a Nemo. A proposta da estreante marca do Grupo Editorial Autêntica era reunir nomes consagrados das HQs mundiais e autores brasileiros contemporâneos, valorizando essa linguagem artística tão rica e cativante. A coordenação editorial ficou a cargo de Wellington Srbek, autor premiado nacionalmente e também mestre e doutor pela Faculdade de Educação da UFMG, com pesquisas sobre a dimensão educativa dos quadrinhos.

Desde então, a Nemo já lançou 44 títulos, com destaque para a Coleção Moebius com oito álbuns do genial quadrinista francês, obras-primas de Enki Bilal como A Trilogia Nikopol e o grande clássico Os Companheiros do Crepúsculo de François Bourgeon, além de álbuns de autores renomados como Mike Mignola, Brian Bolland, Régis Loisel, Jacques Tardi e Hugo Pratt.

Com autores nacionais, a editora idealizou a Coleção Shakespeare em Quadrinhos, desenvolvida por vários quadrinistas de diferentes estilos, e a série Mitos Recriados em Quadrinhos, produzida por Srbek e Will. O catálogo da Nemo conta ainda com a contribuição dos quadrinistas João Marcos, Lillo Parra, Daniel Esteves, José Aguiar, Jozz, Akira Sanoki, Marcela Godoy, Roberta Pares, Wanderson de Souza, Jefferson Costa, Rafael Vasconcellos, Kris Zullo, Alex Shibao, Manoel Magalhães e Osmarco Valladão, além do grande mestre dos quadrinhos nacionais Flavio Colin.

Em pouco tempo, a editora consolidou-se pela excelência de seu catálogo. O reconhecimento desse trabalho acaba de chegar, quando a Nemo recebe o 25º Troféu HQ MIX na categoria “Editora do Ano” de 2012. E não foi só esse! Ela recebeu também o prêmio na categoria “Adaptação para os Quadrinhos”, com o álbum A Tempestade, da Coleção Shakespeare em Quadrinhos, roteirizado por Lilo Parra e desenhado por Jefferson Costa. (Vale lembrar que, no ano passado, a editora já havia recebido o HQ MIX na categoria “Publicação de Clássico” pelo álbum Arzach, seu primeiro lançamento e volume inaugural da fantástica Coleção Moebius.)

Organizado pela Associação dos Cartunistas do Brasil (ACB) e Instituto Memorial de Artes Gráficas do Brasil (IMAG), com apoio do Sesc Pompeia, o 25º Troféu HQ MIX premiou os melhores profissionais e lançamentos dos quadrinhos e humor gráfico de 2012, votados por desenhistas, professores, pesquisadores e jornalistas da área, em todo o Brasil. A entrega do troféu aconteceu no último sábado, dia 3 de agosto, no Teatro do Sesc Pompeia, em São Paulo, com apresentação de Serginho Groisman, o “padrinho” do prêmio. Na foto acima (de Marília Mendes), o troféu em destaque: uma representação tridimensional de Los Três Amigos, trio de personagens brasileiros que representa os quadrinistas Angeli, Laerte e Glauco.

Nas palavras do editor e autor Wellington Srbek: “para uma editora jovem como a Nemo, receber o HQ MIX é a confirmação de que estamos no caminho certo, levando aos leitores brasileiros HQs de qualidade, criadas por alguns dos melhores autores nacionais e estrangeiros”; ele completa: "e essa história está apenas começando!”.

4 comentários:

Ismael disse...

Parabéns aos artistas e a editora pelos prêmios consquistados.
A Nemo é motivo de pasmo para estes meus olhos espanhóis por não ter uma atitude de subserviência para um único estilo de histórias em quadrinhos. E sua linha infantil, valorizada como vehículo de comunicaço, mas sem ter que submeter a aventura e o entretenimento ao carácter formativo ou didáctico. Adoro esses 'tebeos' para crianças que podem ser lidos pelos adultos.

Wellington Srbek disse...

Gracias, Ismael!
A diversidade de gêneros e estilos é mesmo um de nossos objetivos com a NEMO, indo da ficção científica e da fantasia ao terror, passando pela aventura e pelas adaptações literárias.
E seu comentário sobre os quadrinhos para crianças (e adultos) me deixa muito feliz, pois você foi uma das poucas pessoas a escrever resenha sobre eles, enquanto aqui a série dos MITOS ou mesmo Força Animal devem ter sido taxados como meramente "didáticos" e ignorados pela maioria da crítica especializada. Mas o que importa é que as HQs têm tido uma ótima receptividade das pessoas que compram e leem os álbuns.
Grande abraço e até o próximo comentário!

Fabíola Simões disse...

Prêmio notadamente merecido... Parabéns Wellington, parabéns editora Nemo! Infelizmente nos habituamos aos títulos de sempre, mas conhecer a diversidade produzida por vcs nos estimula a ter o olhar apurado e direcionar a busca de outra forma. Certamente, na próxima vez que sair com meu filho (7 anos), irei sugerir uma HQ com o selo de vcs! Mais uma vez, parabéns! (@meninacomumaflor)

Wellington Srbek disse...

Muito obrigado pelas palavras, Fabíola!
Temos várias HQs pensadas para crianças na idade dele, como as séries MITOS RECRIADOS EM QUADRINHOS e BOULE & BILL.
E pode deixar que vamos continuar trabalhando para trazer diversidade e qualidade ao mercado brasileiro de quadrinhos.
Abraços!