12/07/2010

Urbanoide na campanha por um trânsito mais tranquilo!


Já está circulando o sexto e último número da série Pratique Gentileza, que produzimos para a Rádio Itatiaia / Fiat / Unimed-BH. A HQ é uma criação minha, com desenhos de Luhan Dias e cores de Cleber Campos. Nesta edição final, nosso “robô gentil” tem que ajudar a desatar “O nó do trânsito” e aproveita para dar dicas importantes de como termos ambientes urbanos mais tranquilos e saudáveis.

Como devem ter percebido, a inspiração inicial para a ilustração nesta postagem foi a capa do famoso disco Abbey Road dos Beatles. Uma nota interessante é que, embora seja a última HQ do Urbanoide a ser publicada, esta foi na verdade a primeira a ser produzida, há exatamente um ano.

Os exemplares da revista serão distribuídos em escolas, universidades e eventos promocionais.

6 comentários:

Lillo Parra disse...

Srbek, este é o típico trabalho que depois de algum tempo poderia ser disponibilizado a um público maior. O que acontece na maioria das vezes é que fica restrito a um público numa determinada região geográfica. Daí só achamos essas coisas depois de 20 anos num sebo qualquer. É claro que tem o lance dos investidores, que vão capitalizar o trabalho com Marketing Cultural e etc. Antes, depois de utilizada para o fim em si, não valia o investimento da republicação. Só que estamos em tempos de internet e de informação barata. Passado o prazo contratual (se houver), os investidores bem que poderiam disponibilizar o conteúdo gratuitamente na rede. Além de ser marketing sem custo adicional (pois continuaria promovendo as marcas)atingiria - para fins educativos mesmo - um público muito maior. Vantagem para os investidores, vantagem para o público e vantagem para os autores. Abraços.

Lillo Parra disse...

Complementando: Muita gente torce o nariz para esse tipo de trabalho. Mas não podemos nos esquecer que o próprio Mestre Eisner dedica preciosos comentários ao segmento (ele mesmo tendo feito muitos trabalhos assim). Particularmente, acho que esse tipo de ação, seja em manuais, seja em histórias educativas, é muito mais efetivo do que se fosse simplesmente escrito, linha após linha. A utilização dos quadrinhos transforma uma mensagem que poderia ser enfadonha e desisteressante em algo direto e atraente. E quem disser que não tem uma grande dose de talento e sensibilidade empregado aí é - para se dizer o mínimo - alguém que perdeu uma ótima oportunidade de aprender um pouco mais.

Wellington Srbek disse...

Olá Lillo,
Quando sugeri a eles que disponibilizassem pela Internet foi justamente para que muito mais pessoas tivessem acesso às HQs. Cinco mil exemplares é uma tiragem bacana, mas numa divulgação pela Internet este número poderia se multiplicar muitas vezes.
O que será feito deste trabalho é uma decisão da rádio. Vamos torcer para que coloquem na rede!

Wellington Srbek disse...

Acho que é por aí sim, Lillo! Pois mesmo sendo uma HQ feita por encomenda, no estilo cartilha educativa, eu, Luhan e Cleber nos dedicamos com carinho ao trabalho e todo mundo tem gostado e elogiado bastante!
Meu mestrado e doutorado foram sobre quadrinhos, pela Faculdade de Educação da UFMG, e com minha experiência autoral acho que consigo alcançar o equilíbrio entre algo que seja atrativo e também educativo.
Eu tenho me interessado muito por trabalhos nessa linha, não apenas em termos profissionais (pois tenho que pagar minhas contas), mas também enquanto autor e pessoa preocupada com o mundo em que vivemos.
Grande abraço!

Mariana disse...

não sabia que a unimed bh tinha uma radio! que legal!
Muito criativa a ideia do desenho! as crianças não vão entender, mas os adultos vão curtir muito.

Wellington Srbek disse...

Mariana, a Unimed não tem uma rádio.
E as HQs foram escritas para as crianças entenderem...