18/08/2009

Memórias Póstumas de Brás Cubas, roteiro (2).


1) Não sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor.
2) Expirei às duas horas da tarde de uma sexta-feira do mês de agosto de 1869, na minha bela chácara de Catumbi.

3) Tinha uns sessenta e quatro anos, rijos e prósperos, era solteiro, possuía cerca de trezentos contos e fui acompanhado ao cemitério por onze amigos.
4) Onze amigos!

5) Foi assim que cheguei à cláusula dos meus dias, como quem se retira tarde do espetáculo. Tarde e aborrecido.
6) Morri de uma pneumonia. Mas se lhe disser que foi menos a pneumonia, do que uma ideia grandiosa e útil, a causa de minha morte, é possível que o leitor não me creia, e todavia é verdade.

4 comentários:

Cleonice disse...

UM SINAL! É isso que este projeto, a adaptação de "Memórias Póstumas de Brás Cubas" para os quadrinhos, é para mim.

Quando eu estava quase decidida a parar de ler quadrinhos, definitivamente, abri o e-mail, e vi a notificação sobre as novas postagens no "Mais Quadrinhos". Então, encontrei a notícia da adaptação daquela que é a minha obra preferida, do meu autor preferido.

Desejo toda sorte do mundo a você, Wellington. Se depender da minha empolgação com o projeto, já É um sucesso.

Wellington Srbek disse...

Pois sim, Cleonice, a vida às vezes nos presenteia com esses "sinais" ou "sincronicidades", ou seja lá qual nome demos a eles! E seu comentário já valeu então eu ter antecipado a divulgação de minha adaptação. Continue acompanhando o blog, pois ainda teremos mais 10 páginas de roteiro postadas aqui nos próximos 10 dias (incluindo O Delírio completo). E, é claro, não desista dos quadrinhos, menina! Você já leu Estórias Gerais? Acho que pode gostar.
Abraço e obrigado pelos bons votos!

Eduardo disse...

oi srbk,rapaz,como isso ta ficando bom!e olha que ainda nao vimos com o desenho do melado!pretendo acompanhar o processo aqui no teu blog. eu e memorias postumas temos uma historia,pudesse eu contar...!
prezado, ontem postei uma mensagem extensa pro teu email mas houve um erro no envio.hoje aconteceu a mesma coisa. nao sei o que ha.pena.
meu email e "eduardoschloesser@gmail.com. caso tenha tempo me escreva. quem sabe assim eu consiga falar sobre fantasmagoriana.
abraços e parabens.
eduardo schloesser

Wellington Srbek disse...

Olá Eduardo,
Rapaz, o e-mail que te passei está certo. Eu só utilizei uma separação para evitar spans.
Mas vou te mandar um e-mail direto.
Abraço!