28/08/2009

Memórias Póstumas de Brás Cubas, roteiro (12).


1) Mas então já a rapidez da marcha era tal que escapava a toda a compreensão.

2) Um nevoeiro cobriu tudo, menos o hipopótamo que ali me trouxera...

3) ...que aliás começou a diminuir...

4) ...a diminuir, a diminuir...

5) ...até ficar do tamanho de um gato.

6) Era efetivamente um gato.

7) Encarei-o bem; era o meu gato Sultão, que brincava à porta da alcova, com uma bola de papel.

14 comentários:

Caio Murdock disse...

Se bem que quadrinhos também são literatura...
*-*

O senhor poderia dar uma olhadela no meu blog?

lugar-distante.blogspot.com

Sim, eu sei o que isso parece...

Wellington Srbek disse...

Olá Caio,
Desta vez eu devo discordar: quadrinhos não são literatura; são na verdade uma linguagem artística autônoma, independente da literatura.
Vou conferir o blog.
Grande abraço!

Anônimo disse...

Olá,
Parabéns pelo Blog....gostaria de convidá-lo a visitar o nosso....minervapop.blogspot.com
Valeu!
Anselmo - SP

Wellington Srbek disse...

Olá Anselmo,
Pode deixar que darei uma passada lá!
Abraços!

Caio Murdock disse...

Obrigado por visitar meu blog!
Então qual o conceito do senhor de literatura?

Wellington Srbek disse...

Olá Caio,
Para mim, literatura é uma forma de narrativa que se utiliza fundamentalmente de palavras. Mas se quiser ler mais sobre a definição de o que são os quadrinhos, em meu livro "Um mundo em quadrinhos" tenho um capítulo dedicado a explicar como a linguagem das HQs funciona e se diferencia de outras, como a da literatura (o livro pode ser comprado diretamente com a editora e custa apenas R$11,00: http://www.marcadefantasia.com.br/livros.htm).
Mas, rapaz, não precisa me chamar de senhor! Abraço e boa semana!

Caio Murdock disse...

Há, é pra não perder o hábito... rsrs

Como surgiu a idéia de fazer os quadrinhos de Memórias Póstumas de Brás Cubas?

Wellington Srbek disse...

Basicamente, Caio, MPBC é um livro do qual gosto muito e foi sempre o primeiro de minha lista quando imaginava qual obra brasileira eu gostaria de adaptar para os quadrinhos. Se você voltar algumas postagens aqui no blog, logo antes da primeira página de meu roteiro desenhado há um texto em que falo detalhadamente sobre isso.
Grande abraço!

Cláudia Dans disse...

oi Wellington!

Descobri o seu blog através do Blog dos Quadrinhos, que falava da adaptação de Memórias Póstumas de Brás Cubas! E confesso que fiquei enlouquecida!!!! Pelo roteiro que você postou aqui, o álbum vai ficar maravilhoso!

Parabéns e Sucesso!

abraços!

Cláudia Dans disse...

ah uma curiosidade!

Você comentou que algumas páginas não foram adaptadas. O velho dialógo de Adão e Eva entrou no álbum ou não?

abraços

Wellington Srbek disse...

Olá Cláudia,
Fico muito contente com seu entusiasmo por nosso trabalho! O álbum está ficando bem legal. Estamos agora na fase das letras e balões.
Uma observação importante é que a imagem que você viu inicialmente na matéria do Paulo Ramos havia sido tirada da revista virtual O Grito que por conta própria copiou uma imagem do flicker do Melado e disse sem qualquer embasamento que era uma página de nossa adaptação. Embora eu tenha avisado a eles que estavam comentendo este erro, eles jamais o corrigiram.
Já o Paulo Ramos fez isso tão-logo o adverti que a ilustração não era de nossa adaptação. Assim, a que está agora no Blog dos Quadrinhos é uma página da adaptação (que mostra a aparição de Pandora). Não deixe de conferir!
Além disso, logo após o Carnaval eu postarei aqui outra página da adaptação, esta com O Encontro de Brás Cubas e Quincas Borba.
Grande abraço e obrigado pelo cometário e os votos!

Wellington Srbek disse...

Sim!
O Diálogo de Adão e Eva é uma das partes que mais gosto em meu roteiro. Você não perde por esperar...
Outra novidade é que já tenho o roteiro da adaptação de Dom Casmurro, que você poderá conferir aqui no blog em breve.
Abraço!

Cláudia Dans disse...

oi Wellington!
Acabei de ver o desenho correto lá no blog do Paulo! Muito lindo mesmo! Estou doida para ver o álbum pronto!

E vai ter também a adaptação de Dom Casmurro??? Ai eu amo este livro!!!! Quando que sai o álbum? rsrs

abraços!

Wellington Srbek disse...

Olá Cláudia,
Eh, o trabalho do Melado está ficando fantástico! Mal posso esperar para ver tudo pronto...
Sobre Memórias Póstumas não há uma previsão para o lançamento. Espero que seja este ano!
Já sobre Dom Casmurro há menos certezas ainda, pois neste momento não tenho sequer uma editora definida. O que posso dizer é que minha roteirização da obra-prima do Machado de Assis ficou muito bacana e fiel ao original. E em breve todos poderão conferir as páginas iniciais aqui no blog.
Abraço!