12/04/2008

Ótimo humor no novo volume de Calvin & Haroldo.


As tiras de jornal já forneceram vários clássicos aos quadrinhos, como Peanuts de Charles Schulz ou Mafalda de Quino. Um exemplo mais recente é a ótima série Calvin & Haroldo do cartunista norte-americano Bill Watterson. Dando continuidade ao projeto de publicar a coleção completa das histórias do incontrolável menino e seu espirituoso amigo felino, a Conrad acaba de lançar Tem alguma coisa babando embaixo da cama. Com 120 páginas de tiras e historinhas dominicais, o livro tem formato 21,5cm x 22,5cm e preço de R$29,90, podendo ser comprado com desconto na loja da editora.

Para quem ainda não conhece a tira, Calvin & Haroldo foi lançada em novembro de 1985 e encerrada em dezembro de 1995, sendo considerada por alguns a melhor tirinha cômica já produzida. Apresentando-nos o impagável Calvin, um hiperativo menino de seis anos, e seu inseparável amigo Haroldo, um tigre de pelúcia com muita “personalidade”, a série traz uma galeria de coadjuvantes que inclui os pais do garoto, sua babá, professora e coleguinhas de escola. Invariavelmente, todos acabam vistos e julgados pela ótica implacável de Calvin, quando não são vítimas de sua fértil e incontida imaginação. Este, aliás, é o elemento que fez da tirinha uma obra-prima dos quadrinhos: as fantasias e a lógica de uma criança apresentadas de forma autêntica.

Terceiro volume da coleção da Conrad, Tem alguma coisa babando embaixo da cama traz a essência do quê fez de Calvin & Haroldo um sucesso internacional. Apesar de várias referências à cultura e ambiente norte-americanos, o livro consegue transpor fronteiras ao retratar de forma lúdica e sem moralismos o universo infantil e alguns temas universais. Se o humor inteligente é presença constante, os desenhos expressivos e cativantes de Watterson garantem uma comunicação intensa com o leitor, conciliando os aspectos intelectuais e emocionais. Com isso, o humor puro e simples divide espaço com reflexões existenciais, ambos manifestando-se ora nos diálogos e situações narrativas, ora no traço cartunístico do autor.

A edição abre com a historinha que lhe dá título, na verdade uma situação menor que volta a aparecer posteriormente, envolvendo o medo do “monstro embaixo da cama”. Mas, em meio a panquecas, tacos de beisebol e muita neve, Tem alguma coisa babando embaixo da cama reserva para o leitor vários clássicos de Calvin e alguns momentos tocantes. As brigas com a amiguinha Susie, as situações desaforadas envolvendo seus pais, o companheirismo e as disputas com Haroldo, além de sua imaginação para lá de fértil, são os principais temas do volume. Destacam-se as páginas dominicais do Astronauta Spiff e a célebre, e muito pirateada, página em que Calvin e Haroldo dançam animadamente, com o som a toda altura em plena madrugada. Outro momento marcante, e emocionante, é a sequência de tiras sobre um esquilinho ferido, que serve de pretexto para uma reflexão acerca do sentido da vida e da morte.

Calvin & Haroldo surgiu nos Estados Unidos num momento em que os quadrinhos autorais se afirmavam e produziam uma fase de altíssimo nível qualitativo, identificada como a revolução das graphic novels. Artista que se recusou a permitir que sua obra fosse banalizada em camisetas, brinquedos e outras bugigangas, após dez anos de produção, Bill Watterson soube o momento de interromper a trajetória de sua tira. Para os milhões de fãs em todo o mundo, Calvin & Haroldo realmente deixaram saudades. Mas, para os antigos ou os novos leitores, essa coleção completa é uma boa oportunidade para rever ou conhecer esse verdadeiro clássico dos quadrinhos.

4 comentários:

Cleber disse...

Calvim é bom demais. Quando eu crescer quero desenhar igual ao Bill Watterson. Abração

Wellington Srbek disse...

Pois é, eu sempre me pego admirando a capacidade expressiva dos desenhos dele. Às vezes com uns poucos traços ele consegue dar toda intensidade aos sentimentos ou intenções do Calvin. Muito bom mesmo! Abraço, Cleber!

João Marcos disse...

O blog está muito legal, Wellington!! Bem abrangente e variado e com ótimos textos!! Grande abraço!!

Wellington Srbek disse...

Valeu, João Marcos! Estou realmente tentando falar dos mais variados estilos e gêneros de quadrinhos aqui. Às vezes é difícil para manter uma regularidade nas postagens, mas vamos indo.
Grande abraço!